É fato que a escassez de tempo é um dos grandes males da nossa época. E se por um lado eu entendo que muitas vezes não existe solução mágica para isso, em muitos casos é possível, sim, reorganizar a agenda e poder conseguir de volta algum tempo livre.

Nesse sentido, eu preciso dizer que a tecnologia é uma bênção.

Enquanto empreendedor, você frequentemente está em um constante fluxo de criação, classificação e execução de ideias. Eu separei três ferramentas que eu mesmo uso para gerenciar melhor esse processo desde a criação até a implementação de ideias e vou compartilhar aqui com você.

Trello


Exemplo de tela do Trello

Oficialmente, ou seja, segundo o fabricante, o Trello é um gerenciador de projetos. Pode ser que eu esteja usando a ferramenta abaixo do seu potencial, o que eu vou compartilhar aqui é o que funciona para mim, ok?

E para mim, o Trello é um grande gerenciador de checklists.

Nessa imagem você pode vizualizar a maneira que eu mais gosto de usar o Trello: como um organizador de tarefas da semana.

As caixinhas que você está vendo representando cada tarefa podem ser arrastadas de uma lista para outra.

Desse jeito, eu consigo programar todas as minha metas da semana com antecedência. Não apenas programar, mas ir acompanhando e atualizando a programação ao longo da semana.

 

Organize Suas Tarefas

Obviamente, você já imaginou que eu posso usar a mesma lógica para qualquer atividade que possa ser organizada em checklists.

Checklists para transmissão ao vivo no youtube, live no facebook, post no blog…você escolhe.

Vale dizer, o Trello pode ser acessado do smartphone ou do computador via browser.

Tem uma versão paga e uma versão free, eu particularmente nem me aprofundei sobre o que a versão paga me oferece – a versão free até o momento me atende muito bem.

 

Evernote

O Evernote não faz café, ok.

O resto ele chega bem próximo.

Eu me recordo que quando surgiu o Evernote eu nem entendia direito para que ele servia. Era um conceito meio novo e ainda obscuro.

Hoje entretanto é bem óbvio: salvar notas. E o que são notas? Basicamente tudo. Em sua essência, são ideias. Ideias que você não quer deixar passar.


A faixa verde aí em cima é o widget do Evernote no smartphone. O ícone do microfone é o terceiro
depois do ícone do próprio Evernote (o “elefantinho”).

Um recurso que eu gosto bastante e uso muito no Evernote é esse microfone que você está vendo na imagem.

Como muito provavelmente você está com o celular próximo a você a todo instante, tudo o que você precisa fazer quando vem uma ideia a mente e clicar no microfone e contar a ideia para o Evernote.

Depois em outra oportunidade você pode escutar aquele áudio e decidir o que fazer com aquela ideia.

Outra maneira que uso bastante o Evernote é para capturar ideias quando estou navegando na Internet. Se você é um empreendedor digital, você necessariamente navega bastante na Internet.

Há eras atrás, usávamos os “favoritos” do nosso browser predileto. Hoje, com tablet, smartphone, notebook, desktop, etc… isso fica um pouco mais complicado.

No Evernote você sincroniza tudo. Não apenas sincroniza, mas pode classificar com tags. Salvar links, trechos de páginas ou páginas inteiras. Fica a seu critério.

 

Muito Além Dos Favoritos…

Outra coisa muito legal (eu falei do avançado e me esqueci do simples): por ser um serviço para salvar notas, ele também serve para…você escrever suas próprias notas (evidente, né?).

Salve os rascunhos das duas ideias, dos seus posts, daquela copy do seu produto que você está estruturando ainda…e acesse depois de qualquer dispositivo.

Assim como o Trello (e também o Mindmeister, a próxima ferramenta), você pode compartilhar os seus arquivos com outras pessoas, o que o torna mais legal ainda.

Além do app para smartphone, tem app para o desktop também.

E ao contrário do Trello, no caso do Evernote eu recomendo o uso da versão paga. A versão free tem uma limitação de espaço, mas esse nem é o maior problema. Para mim, o grande diferencial da versão paga é o histórico das notas. No Evernote, as notas são salvas automaticamente, enquanto você digita.

Agora pergunte o que acontece se você der uma “mãozada” e detonar a sua nota: exato, ela foi para o espaço. O histórico de notas da versão paga te proporciona exatamente isso, restaurar notas em momentos passados. Vale muito a pena e é bem baratinho.

Mindmeister


Tela de exemplo do Mindmeister

Eu não vivo sem o Mindmeister.

Sério, e nem sei como vivi tanto tempo sem ele.

Caso você não conheça, o Mindmeister é um serviço que te permite criar mapas mentais.

E sobre mapas mentais, eu descobri depois de quatro décadas de vida que é a melhor maneira de organizar ideias.

Se você é uma pessoa que fica aflita com diversas ideias flutuando na sua mente o tempo inteiro, se você tem que lidar com o medo de esquecer as ideias diante de tanta informação flutuando na cabeça, então mapas mentais serão um santo remédio para você.

Como funciona: basicamente, é uma organização de “ideias-pai” e “ideias-filho”. Um “TAB” cria uma ideia-filho, um ENTER cria uma ideia-pai do mesmo nível de hierarquia.

(Isso é muito legal pois a possibilidade de utilizar a ferramenta muito mais com o teclado do que com o mouse torna o seu uso extremamente rápido).

 

Não Acredite Em Mim… Teste!

Eu sei pode parecer “muita empolgação por pouca coisa” falando assim dessa forma, por isso eu recomendo fortemente que você teste o Mindmeister.

Ele tem uma versão free que te permite criar até 3 mapas mentais se não me falha a memória.

A versão paga hoje, se bem me recordo, custa seis doletas por semestre, e considerando a utilidade dele na minha vida, eu acho que está até barato.

Como se não bastasse, você pode compartilhar com o mundo os seus mapas mentais, e esses mapas são “pesquisáveis” de dentro do Mindmeister.

Dá uma olhada no exemplo que eu coloquei aí embaixo, que é um resumo do livro “Como Fazer Amigos E Influenciar Pessoas”, do Dale Carnegie.


Mapa mental público com resumo do livro
“Como Fazer Amigos E Influenciar Pessoas”, do Dale Carnegie.

 

PERGUNTA: E você, usa alguma ferramenta para gerenciar ou otimizar o seu tempo? Quais são? Me conta aí nos comentários!

 

 

Share This