Eu costumo dizer que a base de um negócio digital de sucesso é um tripé principal composto de tráfego, engajamento e conversão.

Você pode comprar tráfego, e nesse caso esse parte do tripé está resolvida.

Você pode escrever uma oferta matadora, enviar tráfego para ela, e assim resolver o problema de conversão.

Já a parte do engajamento é mais complexa, principalmente para quem está no início. Demanda bastante paciência e estratégia para fazer com que a sua audiência interaja com você. Nesse post eu vou compartilhar com você o que eu acho que funciona nesse sentido.

Por Que Se Conectar Com A Sua Audiência?


“Conteúdo é o novo marketing”
. Nós temos uma probabilidade muito maior de dizer um “sim” para quem confiamos. E conteúdo gera credibilidade, afinal de contas você está dando algo para a sua audiência sem pedir nada em troca. Só que a criação de conteúdo, pura e simplesmente, não significa que a sua audiência vai conversar com você. É preciso trabalhar com uma estratégia para isso.

E quando eu falo em estratégia, é bom ficar claro que não se trata de nenhuma espécie de “manipulação”. Na verdade é o contrário. Aqui, a ideia é justamente não se permitir cair em determinados vícios que acabariam criando uma relação artificial com a sua audiência.

Cinco Dicas Para Se Conectar Com A Sua Audiência

 

1. Empatia

A primeira tarefa de um empreendedor é gerar empatia com a sua audiência. E o primeiro passo para gerar empatia é conhecer a sua audiência. Pesquisas podem ser úteis para isso. E o feeling ajuda, sem dúvidas. Independente do método, você precisa encontrar formas de conectar-se com as necessidades emocionais da sua audiência.

Dê atenção aos pontos em comum que você encontrar com a sua audiência. Quanto mais a sua audiência ver refletida em você a imagem dela – ou melhor ainda, a imagem de quem ela pretende se tornar – mais você consegue se conectar com ela.

 

2. Seja Generoso

Ser generoso é o melhor marketing que você pode fazer. Para isso é fundamental antes de tudo entender o que a sua audiência quer e os problemas que a sua audiência tem . E resolver esses problemas. De graça.

É evidente que a sua audiência sabe que o seu esforço em resolver aquele problema não foi gratuito para você. Na maior parte dos casos, foi preciso pesquisa e esforço. E o mais provável é que você acabe sendo remunerado, porém em outra moeda: confiança.

Além disso, ser generoso com a sua audiência vai gerar a seguinte percepção: “se esse cara está me dando isso de graça… então o conteúdo pelo qual ele vai cobrar deve ser extraordinário”.

 

3. Seja Verdadeiro

Integridade aqui é a palavra-chave. Eu diria até que esse é um ponto em que é fundamental exceder a expectativa do cliente. Você deu uma garantia incondicional de 60 dias e o cliente pediu o reembolso? Honre essa garantia – de forma incondicional. Se você na hora de vender disse que “bastava um e-mail”, então que “baste um e-mail”.

Nada também de mascarar números ou estatísticas. Mais cedo ou mais tarde a verdade vem à tona e você não quer se queimar no mercado. Eu acrescentaria inclusive o seguinte: não tenha medo de mostrar os seus erros. Seja humano. Um vendedor perfeito soa inverossímil, artificial. Ninguém é protagonista de comercial de margarina na vida real. Ser “normal” é um grande aliado seu para se conectar com a sua audiência.

 

4. Seja Consistente

Quando você se conecta com a sua tribo você ganha uma responsabilidade adicional: você precisa estar lá. A sua tribo espera isso de você. Seja consistente. Se você promete um vídeo a cada 3 dias, publique um vídeo a cada 3 dias. Se a ideia é um post no blog por semana, esteja lá toda semana. Faça frio ou faça sol, faça-se presente. A sua tribo espera isso de você. Programe a sua agenda para isso.

Idealmente, gere antecipação para a sua tribo: avise de antemão o que vai publicar em seguida, e quando será. Isso aumenta a certeza de que você estará presente.

 

5. Seja Pessoal

Empresas são frias. Uma “pessoa jurídica” não é, na verdade, uma pessoa. Ninguém quer falar com a ACME LTDA. As pessoas querem falar com o Zé (ou Maria, ou João…), responsável pela ACME LTDA.

Trate a sua audiência como quem trata o seu melhor amigo. Ou melhor ainda: torne-se o melhor amigo da sua audiência. Escute a sua audiência. Importe-se com ela. Use os mesmos termos, o mesmo vocabulário que ela usa (nada de “venho por meio desta informar…”).

Se você realmente se importar com a sua audiência e for pessoal com ela, ela vai reagir da mesma forma: ela vai passar a ser pessoal com você.

PERGUNTA: E você, como você lida com a sua tribo? Costuma colocar outras dicas em prática? Fala aí nos comentários!

 

 

Share This